CURIOSIDADES DO RECIFE

  Vista_da_Rua_Aurora_grd[1]

CORDEL DO RECIFE

Daniel Bueno

(direitos reservados)

 

Vou contar neste cordel

Coisas do meu Recife

Pra isso juntei cacife

E me tornei menestrel

Um pesquisador fiel

Do passado e do presente

Desse amor que a gente sente

Pela nossa capital

Polo multicultural

De um povo alegre e decente

 

“Arrecifes” são rochedos

Que se formam de corais

São muralhas naturais

Que guardam tantos segredos

De um mar envolto de enredos

De mil mistérios e lendas

Onde travamos contendas

Em prol de nossas riquezas

“Recifes” são fortalezas

De pedregulhos e fendas

 

Recife de clima quente

De sol, de mar, céu azul

Das praias da zona sul

Abarrotadas de gente

Hospitaleiro ambiente

De bem-vindos visitantes

Que chegam de tão distantes

Pra conhecer as belezas

Do centro e das redondezas

Que nunca avistaram antes

 

Ruas são quase dez mil

Bairros são noventa e quatro

Recife tem o teatro

Mais bonito do Brasil

O Santa Isabel febril

Foi berço da abolição

E palco de aclamação

De onde Joaquim Nabuco

Em nome de Pernambuco

Combateu a escravidão

 

“Da República” é a praça

Mais antiga da cidade

Um lugar bem à vontade

Bonito e cheio de graça

Sem barulho, sem fumaça

Muito bem arborizada

E além do mais ladeada

De um teatro e dois palácios:

Três monumentos-prefácios

De uma história iluminada

 

Recife tem de habitantes

Mais de 1 milhão e meio

Como se vê, muito cheio

De nativos e imigrantes

De recifenses marcantes

No cenário brasileiro

Um povo que é pioneiro

No grito de independência

No exemplo de inteligência

Do padre Carapuceiro

  

 

O bairro mais populoso

É o de Boa Viagem

Com sua bela paisagem

É um lugar maravilhoso

Que deixa a gente orgulhoso

Da sua modernidade

Já o maior da cidade

Em tamanho é Guabiraba

Que é onde o Recife acaba

E é do norte a extremidade

 

Não posso esquecer jamais

Do Rio Capibaribe

Nem também do Beberibe

Que desembocam no cais

E os sessenta e seis canais

C