AS BOAS DO BUENO



Pequenos negócios se rendem ao charme da Kombi - Reprodução

Desemprego leva brasileiros ao empreendedorismo em pequenos negócios, como esse daí da Kombi hortifrutigranjeira.


Domício Pinheiro/Estadão

Só pra recordar: Rivelino, Pelé, Tostão e Zé Maria perfilados na Copa de 70.


ABSURDO

Um só servidor da Câmara Municipal de São Paulo recebeu 118 mil reais só de horas extras!!!


CRISE

Taxa de desemprego entre executivos brasileiros chega aos 20%.


AS VOLTAS QUE O MUNDO DÁ

Marta Suplicy e Delcídio Amaral devem votar contra Dilma.


MINISTÉRIO DE TEMER

Já se fala em Armínio Fraga para a Fazenda e José Serra para a Saúde.


SAÚDE

Pesquisa afirma que o açúcar causa dependência similar à cocaína.


DETALHE

Se for afastada do cargo, Dilma ainda assim vai morar no Palácio da Alvorada. Até que o Senado decida.


Victor Jucá/Divulgação

Esta é Sônia Braga, maltratada pelo implacável tempo.

Ela é a estrela do filme “Aquárius”, do pernambucano Kleber Mendonça Filho, que vai disputar a categoria principal do Festival de Cannes.


Carga extra terá 1,2 milhão de entradas para os Jogos - Divulgação

Há 5 milhões de ingressos para os Jogos Olímpicos. Três milhões já foram vendidos.


 Divulgação

O cinema estreia hoje “Mogli”, no qual um ator mirim interage com animação.


Casal na cama – Prodakszyn/Shutterstock

Pesquisa diz que quanto maior o número de ejaculações menor o risco de tumor na próstata.


Quem é mais bonita: Geyse Arruda na Sexy ou Luana Piovani na Playboy?

Geyse disse que é ela.


MAIS IMPEACHMENT

Se passar na Câmara, impeachment de Dilma poderá ser votado no Senado até 11 de maio.


Doenças venéreas levaram homem (e a mulher) à monogamia

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) teriam sido as responsáveis pelo surgimento da monogamia em nossa sociedade.

De acordo com um estudo publicado na revista científica Nature Communications, a passagem de uma sociedade poligâmica para a monogâmica pode ter sido ocasionada pelo impacto das DSTs nas grandes comunidades que surgiram com o início da era agrícola.


Ana Maria Braga - Divulgação/Globo

Depois de vencer um câncer do pulmão por causa do cigarro, Ana Maria Braga voltou a fumar.

Fazer o quê?


ENEM 2016

As inscrições começam em 9 de maio. As provas serão em 5 e 6 de novembro.


BEM FEITO!

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) condenou os humoristas Danilo Gentili e Marcelo Mansfield e a Rede Bandeirantes a pagar uma indenização no valor de R$ 200 mil à técnica de enfermagem pernambucana Michele Rafael Maximino, 33 anos.

Michele ficou conhecida por já ter doado mais de 400 litros de leite materno. A decisão saiu na quarta-feira (13) e foi motivada por uma ação impetrada depois da veiculação de piadas no programa “Agora é Tarde” em outubro de 2013.

Na ocasião, Danilo chamou a pernambucana de “vaca” e a comparou com o ator pornográfico Kid Bengala. Os dois humoristas, assim como a emissora de TV, ainda podem recorrer.


No Dia Mundial do Café, o 'Estado' selecionou 10 perguntas e respostas sobre a bebida preferida dos brasileiros - Reuters

Hoje é o Dia Mundial do Café, bebida de todos nós, o dia todo.

No Brasil, o café foi introduzido em 1727 por Francisco de Melo Palheta, um militar enviado à Guiana Francesa para resolver problemas diplomáticos com o governador francês D’Orvilliers. Lá, ganhou mudas da planta.

Ao voltar ao Brasil, plantou-as em Belém do Pará, onde morava. Por razões climáticas, o café não se adaptou bem à Amazônia, mas foi migrando lentamente na direção sul, onde encontrava solo e clima cada vez mais propícios.


RITO DO IMPEACHMENT

A Câmara dos Deputados dará início nesta sexta-feira (15) à sessão em que os parlamentares vão decidir se o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff será ou não aberto. A reunião deve se estender por todo o fim de semana. Veja como ela vai funcionar.


- Quando começa a sessão da votação?

A discussão do processo no plenário da Câmara vai começar às 8h55 da sexta (15), segundo o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A votação está prevista para a tarde de domingo (17).

- É preciso um quórum específico para a abertura? E para a votação?
Sim. O quórum mínimo para o início da sessão é de 51 deputados. Já para a votação, é preciso maioria absoluta, ou seja, mais da metade da Casa (257 deputados).

- Quanto tempo ela pode durar?
A expectativa é que a sessão dure 3 dias e que a votação avance pela noite de domingo (17). Não existe um prazo limite para o término da votação.

- Quanto tempo cada deputado terá para se manifestar?
Na sexta, cada um dos 25 partidos terá uma hora para se manifestar. Os líderes poderão indicar até 5 deputados para falar dentro do tempo determinado. A ordem das falas será da legenda com maior bancada para a menor. Os líderes também poderão discursar em todas as sessões – o tempo varia de 3 a 10 minutos e será proporcional ao tamanho da bancada.

No sábado, será aberta sessão para manifestação individual de deputados – a ordem será por inscrição e cada um terá 3 minutos para falar. Serão alternados discursos a favor e contra o processo de impeachment. O relator do processo, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), pode falar após cada orador ou optar por se pronunciar ao final de todas as manifestações. Deputados poderão apresentar requerimento pedindo o encerramento da discussão após a fala de quatro deputados.

- A defesa da presidente poderá se manifestar?
Sim. Na sexta, a sessão começa com a fala dos autores do pedido de impeachment e, logo depois, a defesa poderá falar por 25 minutos. O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, é quem deve fazer a defesa de Dilma.

- A votação será aberta ou fechada?
A votação será aberta. Cada parlamentar será chamado pelo nome e terá 10 segundos para anunciar o voto (a estimativa, contando os deslocamentos e pequenos discursos, no entanto, é de uma média de 30 segundos de duração para cada parlamentar).

- Qual vai ser a ordem de votação dos deputados?
A chamada será iniciada com deputados do Sul e terminará com deputados do Norte. A legislação que trata do impeachment prevê que “a votação nominal será feita pela chamada dos deputados, alternadamente do Norte para o Sul ou vice-versa, observando-se que os nomes serão anunciados em voz alta por um dos secretários”. Com isso, os deputados do Rio Grande do Sul serão os primeiros a serem chamados. A decisão, no entanto, gera polêmica, já que governistas dizem que Eduardo Cunha quer gerar um clima “pró-impeachment” até o posicionamento de parlamentares do Norte e Nordeste, onde o governo, em tese, tem mais apoio. A votação do impeachment de Fernando Collor, em 1992, ocorreu por ordem alfabética, independentemente da região.

- O presidente da Câmara pode votar?
Sim. Eduardo Cunha deve votar. No impeachment de Collor, o então presidente da Câmara Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) também votou.

- Quantos votos são necessários para que o processo siga para o Senado?
Ao menos 342 deputados (dos 513), ou seja, dois terços da Casa, precisam votar favoralmente ao impeachment.

Comments: Leave a Comment

Leave a Reply

 
Get Adobe Flash player